Livrarias

Na Avenida de Roma, em Lisboa, a partir de agora, a Livraria Barata e a FNAC dividem o mesmo espaço

Pela primeira vez, a Câmara Municipal de Lisboa, através de um projeto chamado Lojas com História, juntou a histórica Livraria Barata, fundada em 1957, com a FNAC, no mesmp espaço. Em tempos de pandemia, muitas livrarias, que já atravessavam dificuldades, viram-se obrigadas a fechar ou, então, a serem empurradas fquase até resvalar nesse fim. Esta livraria situada na Avenida de Roma era uma delas.

Da próxima vez que passar pelo espaço da Barata, na Avenida de Roma, vai encontrar  discos de vinil, jogos de tabuleiro, itens de merchandising, instrumentos musicais, equipamentos eletrónicos e brinquedos, entre outros artigos, inclusive de papelaria,que foram levados pela cadeira francesa de lojas FNAC.

Para a Barata “trata-se de uma sinergia importante no quadro de um plano mais amplo de reposicionamento da marca e do espaço da livraria, numa aposta de futuro que pretende reestruturar o negócio, aproximando-o de novos públicos e oferecendo novos produtos e atividades. Esse plano de reposicionamento, de que este modelo de negócio conjunto com a Fnac é o primeiro pilar, está a ser terminado e deverá ser conhecido no início de 2021”, dizem os responsáveis pela iniciativa.

A Fnac fará, iguaalmente, a gestão do catálogo e da disponibilização do stock de livros, e pode trabalhar em conjunto com a Barata, no que diz respeito à curadoria dos títulos que estarão disponíveis.

Também estamos no Instagram:
https://www.instagram.com/sonhandoentrelinhas/

Boas leituras!

About author

Articles

Criativo, Criador do Sonhando Entre Linhas, amo ler, e escrever. Gosto de ler quase todos os géneros literários. Amo autores como Valter Hugo Mãe, Fernando Pessoa, José Saramago, João Pinto Coelho, Itamar Vieira Junior, Jeferson Tenório, entre outros. Desde agosto de 2019, trabalho no Grupo LeYa Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *