Eventos Literários

Lisboa prepara-se para receber mais de 70 autores, de 5 a 9 de maio, na 1ª edição do Festival Literário de Lisboa

P romovido pela Câmara Municipal de Lisboa e dirigido por José Pinho, o novo festival vai estar espalhado pela capital portuguesa e, dessa forma, ocupar teatros, cinemas e livrarias, e também as ruas e praças da cidade, o que permite que os lisboetas, e não só, respirem literatura, livros e leitura durante 4 dias.

A primeira edição do Festival Literário de Lisboa vai decorrer entre 5 e 9 de Maio em vários locais da cidade e reunirá mais de 70 autores portugueses e estrangeiros. A iniciativa partiu da Câmara Municipal de Lisboa e a direcção artística será assegurada por José Pinho, fundador das livrarias Ler Devagar e criador do Folio, o festival literário de Óbidos. 

Designado Festival Internacional de Literatura e Língua Portuguesa – Lisboa 5L, visto que quer promover a língua, a literatura, os livros, as livrarias e a leitura), oficial, este evento abre no dia em que se comemora, por decisão da Unesco, o dia mundial da língua portuguesa, 5 de Maio, e a sua programação incluirá debates, mesas de autor, concertos, cinema, performance, encontros e exposições, que decorrerão em espaços variados, que vão do Teatro São Luiz ao Museu da Farmácia, onde se realizarão os debates e mesas de autor, passando pelo Cineteatro Capitólio ou pelo Cinema Ideal, com algumas iniciativas a terem lugar ao ar livre, nas ruas e largos lisboetas. 

A nível dos nomes já convidados contam-se, como autores portugueses, como Hugo Cardoso, Inês Fonseca Santos, André Letria, Carla Oliveira, Isabel Minhós Martins, Pedro Mexia, José Pacheco Pereira, Bruno Vieira Amaral, Cláudia Andrade, João Tordo, Isabel Rio Novo, Lídia Jorge, Mário de Carvalho, Mário Zambujal, Teolinda Gersão, Gonçalo M. Tavares, Filipe Melo, Valter Hugo Mãe, Afonso Cruz, Matilde Campilho ou José Luís Peixoto.

Dos restantes países de língua portuguesa participarão Itamar Vieira Junior, Paulo Werneck e Paulo Scott, do Brasil, José Eduardo Agualusa e Ondjaki, de Angola, e Inocência Mata, de São Tomé e Príncipe.

Além disso, figuram convidados de outras paragens, como o argentino Alberto Manguel que, neste momento, reside em Lisboa, a alemã Doris Wieser, professora na Faculdade de Letras de Coimbra, os franceses Jean-Luc Nancy e Guillaume Husson, os italianos Donatella Di Cesare e Leonardo Taiuti e os espanhóis Jorge Carrión e Jesús Trueba, entre outros.

Nestes encontros vão ser debatidos não só diversos temas da actualidade no contexto da criação, da produção e da circulação da literatura, como também de ciência, do ciberespaço, de ócio, de economia e, sobretudo, da condição humana, adianta a organização. 

A palavra será celebrada igualmente através da música, e mais concretamente através de concertos nos quais a “palavra escrita, dita, musicada e cantada” ganha o protagonismo. Estes eventos contarão com artistas como os Poetry Ensemble ou a Lisbon Poetry Orchestra, mas também Sérgio Godinho, Filipe Raposo, Capicua ou Camané.

Quanto aos “Itinerários Literários“, são percursos na cidade, guiados pelos olhos e pela mão de consagrados autores portugueses, que levam o público a percorrer as ruas de Lisboa, revisitando obras e descobrindo autores clássicos menos conhecidos: Joaquim Paço D”Arcos, Eça de Queirós, Luís de Camões e o heterónimo pessoano Ricardo Reis, este último conforme foi retratado por José Saramago.

Estão ainda previstas emissões ao vivo no Instagram e um mapa digital sobre as paisagens literárias de Lisboa.

A par deste programa nuclear do festival, decorrerão actividades paralelas, desenvolvidas por um conjunto de parceiros – editoras, livrarias e espaços culturais – “cúmplices no propósito de transformar a cidade, durante estes cinco dias, no recinto de uma grande festa consagrada à língua e à literatura”, destaca a autarquia.

A CML recordou então que José Pinho é o “criador, director, curador e coordenador dos festivais literários Folio – Festival Literário Internacional de Óbidos e Latitudes: Viagens e Viajantes”, que foi co-fundador das livrarias Ler Devagar e é sócio-gerente da histórica livraria lisboeta Ferin. Deve-se-lhe ainda, sublinhou a autarquia a instalação das livrarias de Portugal enquanto país convidado nas feiras do livro de Sevilha e de Madrid, em Espanha, e de Guadalajara, no México.

Consulte a programação completa:
https://lisboa5l.pt/

Foto: Divulgação

Também estamos no Instagram:
https://www.instagram.com/sonhandoentrelinhas/

Boas leituras!

About author

Articles

Criativo, Criador do Sonhando Entre Linhas, amo ler, e escrever. Gosto de ler quase todos os géneros literários. Amo autores como Valter Hugo Mãe, Fernando Pessoa, José Saramago, João Pinto Coelho, Itamar Vieira Junior, Jeferson Tenório, entre outros. Desde agosto de 2019, trabalho no Grupo LeYa Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *