Prémios Literários

Minas e Gerais e o Rio Grande do Sul contribuem com Edimilson de Almeida Pereira e Morgana Kretzmann para a galeria de vencedores do Prémio São Paulo de Literatura

De Minas Gerais, surgiu o vencedor do Melhor Romance e do Rio Grande do Sul surgiu surgiu a vencedor do Romance de Estreia. Dessa forma, com os romances “Front” e “Ao Pó”, Edimilson de Almeida Pereira e Morgana Kretzmann foram os vencedores da edição de 2021 deste galardão literário brasileiro.

Fonte: Editora Nós

O autor Edimilson de Almeida Pereira é o vencedor do Prémio São Paulo de Literatura deste ano. Com uma carreira consolidada como poeta, ele vence pelo romance “Front”, publicado pela editora Nós.

Em “Front”, um livro narrado em prosa poética, o autor tece a história de um homem que se cria a partir dos escombros de uma cidade hostil e violenta.

Prolífico, no último ano, Pereira também publicou “O Ausente” pela Relicário e “Um Corpo à Deriva” pelas Edições Macondo. Adicionalmente, a editora 34 publicou uma antologia com o melhor de sua poesia há dois anos.

Além disso, Edimilson é um dos destaques da programação principal da Flip, que começa no próximo sábado. No domingo, dia 28, ele dividirá uma mesa com a francesa Véronique Tadjo, de origem marfinense.

Anteriormente, já participara da Flip há quatro anos, na edição que homenageou Lima Barreto.

Edimilson de Almeida Pereira nasceu em 1963, em Juiz de Fora, no estado de Minas Gerais. É poeta, ensaísta, autor de literatura infanto-juvenil, e professor na Faculdade de Letras da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Entre os outros finalistas para esta categoria, figuravam Giovana Madalosso, Jeferson Tenório, Maria José Silveoira, Menalton Braff, Michel Laub, Nélida Piñon, Noemi Jaffe, Sandra Godinho e Sheyla Smanioto.

Na categoria das estreias, o romance “Ao pó”, que saiu pela Editora Patuá, narra o retorno de uma mulher que testemunhou um crime sexual à pequena cidade onde ele aconteceu.

Fonte: Editora Patuá

Nas palavras do escritor e crítico literário Luiz Antônio de Assis Brasil, Morgana sabe conduzir uma narrativa de modo a prender a atenção do leitor e, para tanto, a sucessão dos capítulos, por vezes assincrónicos, é realizada com a argúcia de ficcionista completa. Tudo resulta numa trama que preserva a necessária relação de causa e efeito entre os diferentes momentos e, ainda, realiza uma essencial e acurada expressão literária, criada para nos fazer refletir sobre as mais dramáticas experiências da condição humana.

Morgana Kretzmann nasceu na cidade de Tenente Portela, interior do Rio Grande do Sul, vive em São Paulo, é atriz, roteirista e produtora cultural agraciada com prémios nacionais e regionais. Também é formada em Gestão Ambiental pelo Instituto Federal de Santa Catarina. “Ao pó” é o seu romance de estreia.

Entre os outros finalistas para esta categoria, figuravam Caê Guimarães, Emmanuel Mirdad, Eury Donavio, Glaucia Vale & Willian Vale, José Falero, Marcela Dantés, Mariana Brecht, Renata Belmonte, Sidnei Xavier dos Santos e Wagner G. Barreira.

Cada um dos dois vencedores receberá o montante de 200 mil reais, o mais alto valor individual para os troféus literários do país.

Foto: Edimilson de Almeida Pereira por Fernando Priamo

Sugestões de Leitura:

Leitores residentes no Brasil:
“Front”, de Edimilson de Almeida Pereira (Vencedor da categoria de Melhor Romance do Prêmio São Paulo de Literatura 2021, Editora Nós, Livraria da Travessa):
https://www.travessa.com.br/front-1-ed-2020/artigo/877efd43-6fd2-4001-abcb-224d19763971
“Ao Pó”, de Morgana Kretzmann (Vencedor da categoria de Melhor Romance de Estreia do Prêmio São Paulo de Literatura 2021, Editora Patuá, site da editora):
https://www.editorapatua.com.br/produto/114486/ao-po-de-morgana-kretzmann

Também estamos no Instagram:
https://www.instagram.com/sonhandoentrelinhas/

Boas leituras!

About author

Articles

Criativo, Criador do Sonhando Entre Linhas, amo ler, e escrever. Gosto de ler quase todos os géneros literários. Amo autores como Valter Hugo Mãe, Fernando Pessoa, José Saramago, João Pinto Coelho, Itamar Vieira Junior, Jeferson Tenório, entre outros. Desde agosto de 2019, trabalho no Grupo LeYa Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *