Literatura & TV

Documentário “Sou Autor do Meu Nome – Mia Couto” exibido na RTP 2 no dia 5 de julho

A vida e obra do biólogo e escritor moçambicano Mia Couto, conhecido por obras como “Terra Sonâmbula”, “A Confissão da Leoa”, “Jesusalém”, “O Outro Pé da Sereia” e a trilogia “As Areias do Imperador” entre outras, na primeira pessoa, para conhecer no documentário realizado pela cineasta sueca Solveig Nordlund, que será exibido na RTP 2.

Considerado um “escritor da terra”, Mia Couto assume uma posição privilegiada na cultura africana. É detentor de uma vasta obra, distinguida com vários prémios literários, incluindo o Prémio Camões, em 2013, e está ligado às Nações Unidas como Conselheiro para Assuntos Africanos.

No documentário conhecemos a vida e o percurso de Mia Couto, sempre acompanhado por excertos dos seus livros, poemas, contos encantados, representações teatrais, por discursos como Conselheiro das Nações Unidas ou por uma simples leitura numa escola rodeado de crianças.

“Sou Autor do Meu Nome – Mia Couto” da cineasta sueca Solveig Nordlund para acompanhar na próxima segunda-feira, dia 5, às 22h55 na RTP2.

O mais recente romance deste multifacetado autor, um dos maiores representantes da literatura de língua portuguesa, foi editado em Portugal sob o título de “O Mapeador de Ausências” pela Editorial Caminho em novembro de 2020. Quanto ao Brasil, os seus livros integram o catálogo da Companhia das Letras.

Foto: Mia Couto por Orlando Almeida

Caso queira adquirir estes, ou quaisquer outros livros, apoie o Sonhando Entre Linhas, usando o link de afiliado da Wook:
https://www.wook.pt/?a_aid=595f789373c37

Sobre o autor:
Nasceu na Beira, Moçambique, em 1955. Mia Couto foi jornalista e professor, e é, atualmente, biólogo e escritor. Está traduzido em diversas línguas. Entre outros prémios e distinções (de que se destaca a nomeação, por um júri criado para o efeito pela Feira Internacional do Livro do Zimbabwe, de “Terra Sonâmbula” como um dos doze melhores livros africanos do século XX), foi galardoado, pelo conjunto da sua já vasta obra, com o Prémio Vergílio Ferreira 1999 e com o Prémio União Latina de Literaturas Românicas 2007. Ainda em 2007, foi distinguido com o Prémio Passo Fundo Zaffari & Bourbon de Literatura pelo seu romance “O Outro Pé da Sereia”. “Jesusalém” foi considerado um dos 20 livros de ficção mais importantes da «rentrée» literária francesa por um júri da estação radiofónica France Culture e da revista Télérama. Em 2011, venceu o Prémio Eduardo Lourenço, que se destina a premiar o seu forte contributo para o desenvolvimento da língua portuguesa. Em 2013, foi galardoado com o Prémio Camões e com o prémio norte-americano Neustadt.

Sugestão de Leitura:

Leitores residentes em Portugal:
”O Mapeador de Ausências”, de Mia Couto (Editorial Caminho, Wook):
https://www.wook.pt/livro/o-mapeador-de-ausencias-mia-couto/24356956

Também estamos no Instagram:
https://www.instagram.com/sonhandoentrelinhas/

Boas leituras!

About author

Articles

Criativo, Criador do Sonhando Entre Linhas, amo ler, e escrever. Gosto de ler quase todos os géneros literários. Amo autores como Valter Hugo Mãe, Fernando Pessoa, José Saramago, João Pinto Coelho, Itamar Vieira Junior, Jeferson Tenório, entre outros. Desde agosto de 2019, trabalho no Grupo LeYa Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *