Literatura & Cinema

Conto “Voltar”, de Itamar Vieira Junior, a caminho do cinema pela mão de Felipe Hirsch

Publicada a 8 de junho deste ano pela Todavia, a coletânea de histórias intitulada “Doramar ou a odisseia” apresenta-nos, entre outros, o conto “Voltar” que vai ser adaptado para filme.

Fonte: Editora Todavia

Escrito especificamente para o filme, “Voltar” conta a história de um engenheiro responsável pela construção de uma hidrelétrica que só não começa imediatamente por causa de uma mulher que não aceita deixar a sua casa.

Esta foi a inspiração para a longa-metragem “Ventre”, assinada por Felipe Hirsch e com desenvolvimento artístico da Globo Filmes, sendo que neste momento, o projeto acabou de entrar em pré-produção e ainda não tem previsão de lançamento.

Relembro que este conjunto de narrativas curtas gerou o primeiro livro publicado pelo autor após o estrondoso sucesso do seu romance de estreia que arrecadou, entre 2018 e 2020, o Prémio LeYa, o Prémio Oceanos de Literatura e o Prémio Jabuti.

Por falar nisso, a multipremiada narrativa das irmãs Bibiana e Belonísia, “Torto Arado”, que carrega a herança dos clássicos e explora a realidade dura do sertão baiano, demonstrando a vida de trabalhadores rurais em condições análogas à escravidão, acresce ao texto uma dimensão universal, que nasceu no Brasil, já voou para outras paragens, nomeadamente, Bulgária, Colômbia, Itália, Portugal, México e também vai ser editada na China e na Coreia do Sul, de acordo com o que foi divulgado pela coluna Painel das Letras, da Folha de São Paulo.

Foto: Itamar Vieira Junior por Adenor Gondim/Divulgação

Sobre o autor:
Itamar Vieira Junior nasceu em Salvador, Bahia, Brasil. É geógrafo e doutor em Estudos Étnicos e Africanos, com pesquisa sobre a formação de comunidades quilombolas no interior do Nordeste brasileiro. Publicou a coletânea de contos “A Oração do Carrasco” (2017), finalista do prestigiado Prêmio Jabuti de Literatura. Tem contos traduzidos e publicados em revistas especializadas em França e nos EUA. “Torto Arado”, o seu primeiro romance, publicado em Portugal, pela LeYa, e no Brasil, pela Todavia, foi galardoado com o Prémio LeYa em 2018. Já em 2020, venceu o Prêmio Jabuti e o Prêmio Oceanos. Escreve para o jornal Rascunho e, a partir de Abril, também passou a escrever para a Ilustríssima, que faz parte da Folha de São Paulo. En junho de 2021 publicou “Doramar ou a odisseia”, pela Editora Todavia.

Sugestão de Leitura:

Leitores residentes no Brasil:
“Doramar ou a odisseia”, de Itamar Vieira Junior (Editora Todavia, Livraria da Travessa):
https://www.travessa.com.br/doramar-ou-a-odisseia-historias-1-ed-2021/artigo/afb8ab28-f7a0-4dad-9e16-e43d05968a7c
“Torto Arado”, de Itamar Vieira Junior (Editora Todavia, Livraria da Travessa):
https://www.travessa.com.br/torto-arado-1-ed-2019/artigo/c253ee34-2b2b-42ed-bd21-831f850970d2

Também estamos no Instagram:
https://www.instagram.com/sonhandoentrelinhas/

Boas leituras!

About author

Articles

Criativo, Criador do Sonhando Entre Linhas, amo ler, e escrever. Gosto de ler quase todos os géneros literários. Amo autores como Valter Hugo Mãe, Fernando Pessoa, José Saramago, João Pinto Coelho, Itamar Vieira Junior, Jeferson Tenório, entre outros. Desde agosto de 2019, trabalho no Grupo LeYa Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *