Literatura & TV

1ª temporada da adaptação de “O Senhor dos Anéis”, pela Amazon, será mais cara que a trilogia de filmes de Peter Jackson

O novo projeto que faz parte das próximas apostas da Amazon Prime Video, criado por Patrick McKay e John D. Payne, vai ser um dos mais caros de sempre, mais até do que a trilogia de filmes, realizada por Peter Jackson, que estreou entre os anos de 2001 a 2003.

Apesar da adaptação para série televisiva de “O Senhor dos Anéis” ainda não ter estreado, ela já se encontra num top. Este será um dos projetos de televisão mais caros de sempre. Se olharmos somente para pos custos calculados para a primeira temporada, o montante de 388 milhões de euros é um valor muito mais alto do que aquele que foi gasto para a trilogia de filmes, que se ficou por mais de 230 milhões de euros.

Os valores foram partilhados pelo titular da pasta da Economia e do Turismo da Nova Zelândia, numa entrevista ao “Morning Report”:

“Esta será a melhor série de televisão alguma vez feita.” – Stuart Nash, Ministro da Economia e do Turismo da Nova Zelândia

Segundo a CNBC, para se ter um termo de comparação, revelou que “A Guerra dos Tronos”, por temporada, custava qualquer coisa como 83 milhões de euros, muito abaixo dos valores divulgados para o projeto de “O Senhor dos Anéis”.

No ano de 2017, a Amazon comprou os direitos de autor a J.R.R. Tolkien pelo valor de 208 milhões de euros. O governo da Nova Zelândia confirmou que a Amazon pretende gravar cinco temporadas no país, no mínimo, e até produzir algum spinoff.

Em termos de detalhes, sabe-se que a primeira temporada, que terá 20 episódios, já está em produção e a previsão é que estreie no final de 2021. Ainda assim, por enquanto, não existe uma data fixa para a chegada do primeiro episódio.

Quanto ao elenco numeroso, ele será liderado por nomes Robert Aramayo, Benjamin Walker, Cynthia Addai-Robinson, Peter Mullan, Simon Merrells e Markella Kavenagh.

Foto: New Line

Sobre o autor:
Nasceu na África do Sul, de pais ingleses, em 1892. Tinha 4 anos quando o pai morreu e foi já em Inglaterra que fez os seus estudos, concluídos em 1915, na Universidade de Oxford. Alistado no Exército Inglês, combateu na Primeira Grande Guerra e foi vítima da “febre-das-trincheiras”, que o levou a estar hospitalizado durante um ano. A seguir à guerra, trabalhou na equipa que organizou o “Dicionário Inglês de Oxford” e começou a lecionar, primeiro, na Universidade de Leeds, depois, na de Oxford. Tolkien era um especialista do Old English (que vai do séc. VIII a.C. ao séc. XII d.C.) e do Middle English (que vai do séc. XII ao XVI). “O Hobbit”, o seu primeiro livro (já publicara textos académicos, nomeadamente, em colaboração com E. V. Gordon, “Sir Gawain and the Green Knight) escreveu-o em 1937, e a trilogia de “O Senhor dos Anéis” foi publicada nos anos de 1954 e 1955. No entanto, J.R.R. Tolkien viria a morrer, com 81 anos, em 1973.

Sigam-nos também no Instagram:
https://www.instagram.com/sonhandoentrelinhas/

Boas leituras!

About author

Articles

Criativo, Criador do Sonhando Entre Linhas, amo ler, e escrever. Gosto de ler quase todos os géneros literários. Amo autores como Valter Hugo Mãe, Fernando Pessoa, José Saramago, João Pinto Coelho, Itamar Vieira Junior, Jeferson Tenório, entre outros. Desde agosto de 2019, trabalho no Grupo LeYa Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *