Secret Society: Surgiu uma nova editora portuguesa dedicada aos livros para jovens adultos

Aos 19 anos, Rodrigo Manhita fundou, a 22 de janeiro, uma nova casa editorial portuguesa, uma chancela pertencente ao já conhecido grupo editorial da Penguin Random House, sendo que o público-alvo desta chancela serão todos os jovens adultos. Por outras palavras, a Secret Society será um paraíso para todos eles.

O nome é único, e foi resultado de dezenas sessões de brainstorming.

Queríamos que a marca tivesse este lado enigmático e muito associado à comunidade, porque isso faz muito sentido na literatura. Forma-se uma espécie de sociedade entre os leitores.
— Rodrigo Manhita, editor e diretor criativo da Secret Society

Nos últimos anos, o segmento Young Adult  (YA) tem crescido exponencialmente — e o fenómeno também se verifica em Portugal.

Títulos como “O Coração de Simon Contra o Mundo”, “Vermelho, Branco e Sangue Azul” e “Seis Beijos Perdidos” são apenas alguns dos exemplos.

Na Penguin já publicávamos trabalhos deste género, mas estavam muito dispersos por outros selos editoriais como a Topseller Bliss. Fazia sentido ter esta marca própria para comunicarmos com o nosso público alvo.
— Rodrigo Manhita, editor e diretor criativo da Secret Society

Não é fácil definir o que é um livro YA, mas Rodrigo lista alguns exemplos de características: as personagens têm, geralmente, idades “entre os 16 e os 20 e poucos anos”, o conteúdo não deve ser demasiado gráfico ou explícito e, ao mesmo tempo, não deve ter uma escrita muito infantil.

Um dos seus principais objetivos é criar um catálogo que seja diverso em todos os sentidos. Pretende-se que os intervenientes das histórias tenham diferentes etnias e sexualidades, e que as próprias narrativas englobem diferentes subgéneros, como fantasia, thriller, romance, entre outros.

Também é preciso tentar acompanhar o mercado internacional, algo que nem sempre acontece. Comunico constantemente com editoras estrangeiras para trazer novos lançamentos para Portugal.”
— Rodrigo Manhita, editor e diretor criativo da Secret Society

Perceber as tendências entre os jovens — tanto no cinema, como na música e redes sociais — é igualmente crucial.

Para este ano que começa, os planos já estão bem definidos, e vêm aí grandes lançamentos. Para o fundador da Secret Society, o grande destaque é “Rivais Divinos”, da autoria de Rebecca Ross, que vai ser publicado a 15 de abril.

Viralizou no TikTok de uma forma louca e está há sete meses no top da New York Times. Isto só prova que estamos muito atentos ao mercado.
— Rodrigo Manhita, fundador da Secret Society

No total, vai editar 16 livros — e não apenas de autores internacionais, embora essa seja, inicialmente, uma grande aposta. No que diz respeito a escritores portugueses, ele destaca a estreia de Bruno Leão, que em setembro vai lançar “Por fim em silêncio”, “um romance queer sobre relações tóxicas”.

Vamos investir em autores internacionais, como Holly Black e Adam Silvera, mas trazemos novas vozes e, acima de tudo, temos o cuidado de apresentar retratos culturais diversos”, comenta Rodrigo antes de mencionar um novo trabalho de Vítor Martins, “o maior autor de Young Adult do Brasil”.

Na Secret Society tudo foi pensado ao detalhe, e isto começa logo na própria apresentação das obras, que têm uma segunda lombada e são construídas em formato de caixa. Ao comprar as diferentes propostas da editora, há ainda um plus: as borboletas.

Cada um dos livros tem uma diferente, e o objetivo é colecioná-las a todas. Se for ao Instagram da marca e, depois, aos filtros disponíveis no perfil, pode ver estes animais no seu ecrã graças à realidade aumentada.

A pensar no público maioritariamente jovem que vai querer conhecer tudo sobre esta chancela da Penguin, também foi criada uma web serie onde é apresentado todo o processo até que esta ideia (que foi discutida pela primeira vez em março do ano passado) se tornasse realidade.

Os dois primeiros livros disponíveis, “Guia Para Lésbicas Num Colégio Católico” (Sonora Reyes) e “Eliza E Os Seus Monstros” (Francesca Zappia), estão à venda por 19,45€. Os restantes lançamentos deverão rondar os 18€. As novidades podem ser consultados no site da Secret Society.

Foto: Secret Society / Divulgação

Boas leituras!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top